Buenos Aires Pode Proibir Fumar em Parques e Espaços Públicos

222

Muitos brasileiros que já visitaram a Argentina – mais especificamente a cidade de Buenos Aires -, sempre comentam: “O pessoal fuma muito lá”. Verdade.

Porém, temos más notícias para os fumantes locais: Buenos Aires está seguindo os passos de cidades como São Paulo e pode ficar mais rigorosa em relação a locais onde fumar é permitido.

Os legisladores da cidade dos partidos PRO e SUMA + / UNEN estão atualmente com o projeto de leis que visam alterar a Lei de Consumo de Cigarros da Cidade de Buenos Aires e proibir fumar em parques, praças e outros espaços públicos.

Dois projetos de lei já estão atualmente sendo consideradas para debate em um comitê do poder legislativo. O primeiro, se aprovado, vai proibir o cigarro em todos os parques e praças da cidade.

O segundo diz que os fumantes devem manter uma distância de pelo menos oito metros das áreas designadas para esportes ou crianças.

Esses projetos foram apresentadas pelos ex-legisladores PRO (partido do atual presidente Maurício Macri) Helio Rebot e Ivan Petrella, respectivamente, em 2013, e agora estão sendo trazidos novamente ao debate pelos legisladores Victoria Roldan e Maria Ines Gorbea.

Segundo pesquisas locais, oito em dez portenhos concordam com a proibição de fumar em playgrounds e parques.

A legislação contra o tabagismo trouxe grandes benefícios para a população. De acordo com a última pesquisa nacional de fatores de risco em 2013, uma em cada quatro pessoas na Argentina fuma, em comparação com dez anos atrás, quando uma de cada três pessoas da Argentina fumava.

Maiores impostos sobre cigarros (de 60 a 75 por cento) ajudaram a diminuir esse número, fato constatado depois que 81% dos fumantes afirmaram comprar menos cigarros devido aos altos preços.

Comentários

comentários