Eleições Primárias na Argentina – O Que São e o Que Se Decide?

Tudo o que você precisa saber sobre a votação que acontecerá no próximo domingo em toda a Argentina

359

As eleições primárias, também conhecidas como PASO (Primarias Abiertas Simultáneas y Obligatorias) são um método de seleção de candidatos que irão participar nas eleições gerais de 27 de outubro.

Eles são primárias, porque definem quais serão os políticos que participarão das eleições gerais de Outubro, e não elegem ninguém AINDA!

Em países como O Brasil ou Estados Unidos, essas primárias são realizadas de forma interna dentro do partido a partir do voto dos seus afiliados.

Confira esse vídeo que mostra (em espanhol) como funcionará todo o processo eletivo argentino de 2017.

Já na Argentina, essa eleição do candidato que concorrerá ao cargo eletivo, por lei é aberta e obrigatória, uma vez que todos os eleitores participam da seleção, sendo filiado ou não a um partido político.

A eleição do domingo próximo na verdade não decidirá nada concreto, já que muitos partidos já têm o seu candidato favorito, e alguns agrupamentos políticos, como por exemplo o da ex-presidente Cristina Kirchner, não terão ou otro candidato.

O caso da ex-presidente já foi citado aqui, já que ela se recusou a participar das primárias com o seu correligionário do tradicional Partido Justicialista e fundou um novo partido.

Crítica:

Nesse momento há muitas críticas internas na Argentina em relação as PASO, já que é um processo muito caro que custa AR$ 2,8 bilhões (cerca de R$ 600  milhões), porém quase não define candidatos e serve ao final como uma grande sondagem de tendências eleitorais.

A eleição:

A eleição legislativa argentina do ano de 2018 renova 1 terço da câmara dos deputados e senado (24 senadores e 127 deputados) e acontecerá no dia 22 de outubro do corrente ano.