FIFA “define” grupos da Copa em simulação: Veja como ficaria ARG e BRA

O vídeo-tutorial divulgado pela organização explica como será o sorteio que vai definir os grupos da Copa do Mundo da Rússia 2018

26

Via Infobae

Na próxima sexta-feira, dia 1 de dezembro o mundo estará ligado no sorteio da Fase de Grupos da Copa do Mundo da Rússia 2018.

O evento, que terá como sede o Palácio de Kremlin de Moscow e começará a ser transmitido às 13h00 (horário de Brasília), definirá também as zonas em que ficarão as 32 seleções classificadas.

Para explicar a metodologia do sorteio, a FIFA realizou uma simulação e publicou o video explicativo em sua página oficial. Na simulação, a seleção argentina – que será uma das oito cabeças de chave – caiu no Grupo G, junto ao México, Suécia e Marrocos.

A FIFA explicou passo-a-passo como será realizado o sorteio que definirá a sorte inicial de cada uma das 32 seleções participantes. Serão quatro caixas contendo as bolinhas das equipes de acordo com a sua posição no ranking mundial.

O primeiro será composto por oito cabeças de série: Rússia, Alemanha, Brasil, Portugal, Argentina, Bélgica, Polônia e França.

Na segunda caixa, os protagonistas serão a Espanha, Peru, Suíça, Inglaterra, Colômbia, México, Uruguai e Croácia. A terceira terá a presença da Dinamarca, Islândia, Costa Rica, Suécia, Tunísia, Egito, Senegal e Irã. Enquanto a última será formada por Sérvia, Nigéria, Austrália, Japão, Marrocos, Panamá, Coreia do Sul e Arábia Saudita.

A Rússia será identificada com uma bola vermelha no primeiro recipiente e, como é o país anfitrião, será automaticamente o primeiro lugar no Grupo A.

“O sorteio começará com a caixa 1 e terminará na 4. Todas as bolas serão removidas de cada caixa antes de passar para a próxima. De acordo com o procedimento padrão, em primeiro lugar será sorteada uma bola da caixa das seleções, em seguida, outra das caixas com os grupos para atribuir as posições em que as diferentes equipes vão jogar”, explicou a FIFA.

+ Leia mais: Paixão por futebol leva argentinos foragidos à cadeia

+ Leia mais: Começam as Reuniões Entre Argentina e Uruguai Para Sediar a Copa do Mundo de 2030

Cabe destacar que na Copa do Mundo nenhum grupo pode ter mais de uma equipe da mesma federação, com exceção da UEFA (Europa), que poderá ter no máximo dois da mesma zona.

“A distribuição em grupos das seleções aplicando o critério geográfico será controlada por um sistema que tem todos os parâmetros estabelecidos, de modo que em certos momentos algumas seleções possam ser excluídas. Por exemplo, Peru, Colômbia e Uruguai, que estarão incluídos na caixa 2, não poderão ser incluídos no mesmo grupo que o Brasil ou a Argentina, que estarão na caixa 1. Esse mesmo princípio será seguido pelo resto das confederações com exceção da UEFA”, esclareceu a organização.

Confira o vídeo:

Comentários

comentários