Mercado Livre Entra no Seleto Clube das Empresas de Tecnologia de Wall Street

Fazem parte desse seleto clube a Apple, Microsoft, Google entre outras conhecidas do público brasileiro.

75

E você deve estar se perguntando: 

“Mas o que o mercado livre tem a ver com a Argentina?”

Pois bem caro leitor, o Mercado Livre, assim como a OLX, a Decolar.com, e a empresa de IT e desenvolvimento de software Globant, são empresas argentinas, chamadas de “os quatro unicórnios” por terem um modelo de crescimento e gestão diferenciados e por não terem surgido fora de Silicon Valley.

A novidade é que a empresa hermana marcou uma nova etapa: irá integrar a Nasdaq 100, o conjunto de ações onde as cem principais empresas de tecnologia listadas em Wall Street são agrupadas. Fazem parte desse seleto clube a Apple, Microsoft, Google entre outras conhecidas do público brasileiro.

Nasdaq é a bolsa de valores de empresas de tenologia

Conforme relatado por seu fundador, Marcos Galperín, a empresa vai entrar no painel no lugar da gigante da tecnologia nos anos 90 e 2000, a Yahoo!.

O Mercado Livre é o mais importante site de vendas on-line na América Latina e agora que se junta ao Nasdaq 100, está se preparando para dar passos buscando uma maior expansão.

Além disso, o mercado se envolveu nos últimos dias no mercado financeiro, para começar a fornecer empréstimos aos seus membros.

Marcos Galperín, CEO e fundador do Mercado Livre

O Mercado Livre possui hoje um valor de capitalização de mercado de US$ 12.400 bilhões e desde agosto do ano passado vale mais do que a companhia petrolífera estatal YPF, a Petrobrás da Argentina.

Comentários

comentários