O Que Fazer em Um Dia em Buenos Aires 

327

Se você tem apenas um dia em Buenos Aires e não sabe o que fazer, está lendo o artigo certo. Vamos apresentar um mini-roteiro para quem não tem muito tempo e quer aproveitar ao máximo a capital portenha.

Inicialmente vale ressaltar que há tantas coisas para se fazer na cidade que seria necessário um mês inteiro para ver tudo de interessante.

Entretanto há passeios e lugares clássicos que nunca podem faltar em um roteiro básico. Sem mais delongas vamos a eles…

Dependendo do aeroporto que você desembarca, o passeio já começa quase que instantaneamente. Se chegar no aeroporto de Ezeiza, você terá uma longa viagem de mais ou menos uma hora até chegar de fato na cidade de Buenos Aires. Porém, se chegar no aeroporto Jorge Newberry (Aeroparque) que está no centro da capital, você já começa o seu passeio com sorte. ????

No momento em que se abrem as portas de saída do aeroporto, cruzando a avenida Figueroa Acorta, ai bem de frente mesmo, você já tem a bela vista da costanera e do Rio de la Plata. Tem sempre gente pescando, correndo, andando de bicicleta e uma linda paisagem.

Você também verá alguns trailers que vendem o delicioso e clássico Sanduíche de Bondiola, algo bem parecido ao sanduíche de pernil que temos no Brasil. Se tiver com fome não deixe de provar um, pode pedir o simples mesmo (o especial vem como ovo, presunto e queijo); Só pão francês com a carne que é feita na chapa. Uma delícia!

Não se esqueça dos molhos (salsas) para condimentar o sanduíche. Salsa criolla e Chimichuri são as melhores

Barriga cheia, pé na estrada! Como o tempo é curto, o plano é otimizar o que fazer dentro desse período. Uma boa forma de conhecer grande parte da região clássica de Buenos Aires é fazer o passeio “hop on hop off” do Bus Tour. O serviço disponibilizado pela prefeitura da cidade não é grátis mas você pode comprar a passagem no site oficial do serviço que também está disponibilizado em português. (Clique aqui para consultar preços, horários, etc.)

O ponto de partida e local de compra das entradas fica bem no centro da cidade, aí do ladinho do Obelisco, na Rua Diagonal Norte (Oficialmente conhecida como Av. Presidente Roque Saenz Peña), número 728.

Funciona assim: Você compra a passagem que dura 24 horas; Existem vários pontos de parada ao redor da cidade, você pode descer em qualquer um deles, e quando quiser continuar o passeio é só voltar para o ponto e “pular” pra dentro outra vez. Os ônibus amarelos e conversíveis costumam passar de 20 em 20 minutos e o passeio completo dentro da cidade dura 3 horas e 20 minutos.

Este ônibus turístico te levará para conhecer os bairros mais emblemáticos da cidade de Buenos Aires. Seu percurso começa no coração do centro portenho, a poucos metros da Plaza de Mayo, com vistas panorâmicas. Você poderá apreciar lugares históricos, espaços culturais e bairros únicos e cheios da cultura argentina. O ônibus funciona todos os dias (inclusive aos feriados) a partir das 09:00 horas e a última saída é às 17:00 horas.

O passeio de ônibus possui dois caminhos: o Azul/Vermelho e o Verde.

A diferença entre eles é que o Azul/Vermelho percorre a zona leste da cidade, a mais tradicional e mais central, passando por bairros como La Boca (Caminito), La Bombonera (estádio do Boca Juniors), Puerto Madero, Recoleta, San Telmo e Palermo.

Recomendamos esse:

Já o caminho verde vai para la zona oeste e passa pelo Planetário, Bairro Chinês, Bosques de Palermo e Monumental de Núñez (Estádio do River Plate).

Dentro do trajeto recomendado, vão algumas dicas de onde descer e o que ver e/ou comer no caminho:

Plaza de Mayo:

Emblemática praça onde estão a Casa Rosada, a Catedral de Buenos Aires e o Cabildo (sede do governo colonial espanhol). Estão uma ao lado da outra, então rapidinho dá para ver os três. Lembrando que para entrar na Casa Rosada tem que pegar uma fila, que dependendo do dia é longa.

De volta ao ônibus porque o tempo é curto e a cidade é grande! Próxima parada recomendada é em San Telmo para conhecer essa antiga parte da cidade e tirar uma foto no banco da Mafalda, personagem de tirinhas do escritor argentino Quino.

Bem ai do ladinho da Mafalda, em Defensa 901, procure pela sorveteria Freddo, a rede de sorvetes artesanais mais famosa da Argentina. Entrando aí, escolha dentre os mais deliciosos sabores. Quer uma dica? Peça um “cono” só de dulce de leche tentación, sem misturar com nenhum outro sabor.

Pronto, sorvete pra dentro, voltamos ao ônibus e a próxima parada é em La Boca, bairro onde no passado viviam milhões de imigrantes italianos recém chegados ao país. No passado eles usavam restos de tinta de navio para pintar suas casas e por essa razão cada uma delas possui uma cor diferente – característica marcante dessa localidade da cidade – que também é a casa do clube de futebol mais popular da Argentina, o Boca Juniors.

Confira um passeio de drone dentro do estádio La Bombonera que tem esse nome por dizerem que o local tem o formato de uma caixa de bombons.

Próximo passo é ir ao famoso Caminito, berço do estilo musical mais conhecido da Argentina, o tango. A dica é que não demore muito aí. Tire algumas fotos, caminhe um pouco, compre alguns souvenirs, porém não almoce aí ainda porque o melhor está por vir.

Puerto Madero: 

Antigo porto de carga e descarga na cidade, ficou muito tempo sem cuidado e esquecido, com os armazéns onde se estocavam as mercadorias dos barcos abandonados. Essa região da cidade foi totalmente revitalizada e hoje possui o metro quadrado mais caro da argentina, com novos e modernos prédios espelhados. Os armazéns foram todos reformados e transformados em finos restaurantes.

Aqui não podemos ser específicos, porque há uma infinidade de locais para todos os tipos de gostos e bolsos. Escolha o seu restaurante e bom apetite!

Não deixe de tirar uma foto na Puente de la Mujer e na Fragata Sarmiento que está atracada aí ao lado.

Ufa!
Viu que é muita coisa pra ver para pouco tempo? Bem, continuemos o passeio de ônibus agora com uma parada na Galería Pacífico, que na verdade é um lindo shopping no centro da cidade. O teto da galeria é um show à parte!

Infelizmente na presente data (junho de 2017) a Argentina não está atrativa para compras, sendo que os preços podem chegar a ser o dobro do preço dos mesmos artigos no Brasil.

Seguindo viagem, vamos para uma das paradas mais clássicas da cidade, a Floralis Genérica, o MALBA (Museu de Arte Latino-Americana de Buenos Aires) o Hard Rock Café Buenos Aires e também um pouco mais acima, cruzando a Plaza Francia também está o famoso Cementerio de la Recoleta.

O MALBA é um museu com exposições fixas e móveis. Dentro do que está fixo, vale a pena dar uma olhada na obra de Tarsila do Amaral, o Abaporu.

A Floralis Genérica é uma escultura em forma de flor que abre durante o dia e fecha durante a noite

Já cansou? Já está ficando tarde? Calma que ainda tem mais um pouco!

Como dito antes, o foco desse artigo é aproveitar o curto tempo, por isso saltamos algumas paradas, e a próxima recomendada para descer do ônibus é Palermo Soho. Essa região da cidade é a queridinha dos turistas. Uma infinidade de lojinhas, restaurantes, bares, mini-teatros, hamburguerias, gente de todas as partes do mundo e uma delicioso clima cosmopolita.

Ruas de pedra, mesinhas na rua, grafite nas paredes que são verdadeiras obras de arte. Estar em Palermo Soho é uma viagem no tempo porém com o mais moderno da gastronomia mundial. A Plaza Serrano é o coração de tudo isso, é altissimamente recomendada uma passada lá. Procure uma dos vários bares que vendem cerveja artesanal, tome uma “pinta” (copo de meio litro), prove um crepe ou uma empanada ao menos.

Aos feriados e fins de semana os bares e restaurantes das praças se convertem em uma “feirinha” de designers locais. Roupas, decoração, essências, etc. Você encontra de tudo lá.

O dia já deve estar acabando e o seu tempo também, então para finalizar o passeio express de somente um dia em Buenos Aires recomendamos o famoso….

Teatro Colón: 

O Teatro Colón é considerado como um dos teatros líricos mais importantes do mundo, como o La Scala de Milão, o Ópera Garnier de Paris e o Royal Opera House de Londres.

Não pode faltar uma passada pelo Teatro Colón, nem que seja uma foto na porta

Se ainda está com fome, tome um café e uma media luna (croissant) ao lado do teatro em um dos cafés mais famosos da cidade, o Petit Colón. Entrar aí é uma viagem ao passado, dá até pra imaginar senhores de cartola e bengala sentados aí no começo do século passado.

Infelizmente o tempo foi curto e muitos lugares a serem visitados ou coisas a serem comidas foram cortadas do roteiro. Entretanto o básico do básico foi visto, e não passou em branco a sua estadia na capital hermana.

Ficou com alguma dúvida? Deixe um olá para a gente! ola@olaargentina.com

Será um prazer lhe ajudar.