Este Sábado Acontece a 26 ª Marcha do Orgulho Gay da Argentina

A capital da argentina é conhecida por ser uma das cidades mais "gay-friendly" do mundo, celebra mais uma vez a diversidade e o orgulho LGBT

32

A XXVI marcha do orgulho será realizada no sábado em todo o país e a principal mobilização será da Plaza de Mayo ao Congresso Nacional, com o slogan “Basta de feminicídios aos travestis, transexuais e transgêneros. Chega de violência institucional. Orgulho de defender os direitos conquistados.”

O evento começa ao meio dia na Plaza de Mayo e a partir das 4:00 da tarde ocorrerá o tradicional desfile até o Congresso.

“Não vamos dar um passo para trás. O trabalho sustentado com políticas públicas relacionadas à diversidade sexual em todo o território nacional é um caminho que construímos a partir da militância das organizações de diversidade e da sociedade civil, embora entendamos que ainda há um longo caminho para atingir a verdadeira igualdade que queremos” disse Marcela Romero, presidente da Federação LGBT da Argentina.

Ela acrescentou: “O Estado tem uma dívida histórica para a população trans, após décadas de perseguição e silêncio.”

Nesta nova parada do orgulho gay, exigimos plena igualdade de oportunidades e que se interrompa todas as formas de violência contra a nossa comunidade, do assédio, a violência física e as expressões mais extremas que causam suicídios e crimes de ódio contra pessoas LGBT, com ênfase especial na comunidade trans.”

O evento é responsável por cerca de 50 organizações com a colaboração do Subsecretário de Direitos Humanos da Cidade de Buenos Aires.

No palco, vários discursos das organizações serão lidos e tocarão bandas de música, para concluir com um ótimo desfile de flutuadores.

A primeira Marcha do Orgulho foi realizada em 1992, e apenas cerca de 250 pessoas participaram, e os manifestantes marcharam com máscaras de papelão, pois temiam perder seus empregos. Para este ano, espera-se que mais de 100 mil pessoas participem do evento.

Comentários

comentários