Conheça os Seus Direitos em Um Restaurante em Buenos Aires

Muito mais que sentar, pedir, saborear e pagar, a sua visita a um restaurante na capital da Argentina está também respaldada por direitos

630

Em artigo anterior, explicamos o que é o “CUBIERTO” que a maioria dos restaurantes argentinos cobra dos clientes. De fato, alguns estabelecimentos cobram um valor bastante elevado a titulo de “CUBIERTO”.

Por isso, existe uma lei na Cidade de Buenos Aires (Ley Nº 4407/12) que regula essa cobrança, determinando que os restaurantes, bares e demais comércios que cobrem serviço de mesa devem oferecer aos clientes, no mínimo, um copo de água potável, uma cestinha de pães – com ao menos uma unidade apta para celíacos ou sem TACC – sal sem sódio e pão tradicional ou dietético, segundo o gosto do freguês. Essa taxa de serviço, diz a lei, não poderá ser cobrada de menores de 12 anos de idade.

Além disso, a lei também obriga que os locais gastronômicos tenham, dentre as opções oferecidas em seus cardápios, pelo menos uma refeição apta para celíacos, a qual deve ser preparada com o uso exclusivo de utensílios que não tenham contato com alimentos com trigo, aveia, cevada e centeio (TACC).

Outros fatos interessantes: a lei obriga que os restaurantes exponham uma lista de preços em pesos, dentro e fora do local. Se o restaurante aceitar moeda estrangeira, poderá indicá-lo, mas em letras menores. Finalmente, se houver diferença de valores segundo o turno do dia ou por qualquer outro motivo, o cliente deverá ser avisado de forma inequívoca.

Conheça seus direitos e tenha uma boa estadia em Buenos Aires!